endrometriose

Especialista fala sobre a enfermidade que atinge mulheres de todas as idades e o que fazer para conseguir engravidar

Cólica crônica e dificuldade para engravidar são alguns dos sintomas de uma patologia que atinge de adolescentes a mulheres adultas: a endometriose. Suas causas não são muito claras e o tratamento varia em cada caso, mas somente seu nome já causa desconforto, pois a doença é considerada uma das principais razões da infertilidade feminina, atingindo de 10 a 15% das mulheres em idade fértil.
A endometriose é uma doença com uma diversidade clínica enorme, tanto que ao longo dos anos vem ganhando importância cada vez maior por interferir diretamente com a qualidade de vida de uma jovem saudável, além de ser importante causa de infertilidade. Estudos com grupos específicos de mulheres com dor pélvica ou com dificuldade para engravidar mostraram que a prevalência da endometriose beira os 40%.


Santa Clara Eco Resort

Resort oferece promoções para o período mais quente do ano

A partir de setembro, o Santa Clara Eco Resort, que fica em Dourado, 230 quilômetros de São Paulo, abre sua temporada de “Promoção de férias”.
São duas promoções:
A primeira é para o período de setembro a novembro, o Resort dará descontos de 5% nos pagamentos parcelados em até 5 vezes no cartão e 10% à vista via depósito bancário. A promoção não é válida nos períodos de feriados.
A segunda é para quem gosta de tudo programado com antecedência, o período de 03 a 31 de janeiro de 2017, também terá desconto de 5 % no pagamento em até 5 vezes no cartão e 10% para pagamento à vista via depósito bancário.
*Neste caso as reservas tem que serem feitas até dia 31 de outubro.
O Santa Clara Eco Resort tem atividades para todos os perfis e idades. Para os mais ativos e aventureiros, a programação inclui rapel em cachoeira, dois circuitos de arvorismo (adulto e infantil), megatirolesa, arco e flecha, parede de escalada, passeio de caiaque, acquaball, cavalgada e centro hípico com aulas de equitação. Além disso, também oferece bóiacross e rafting, realizados em Brotas.
Santa Clara Eco Resort

Para aqueles que preferem relaxar, o Ecoresort conta com o SPA by L’Occitane que oferece banhos, massagens diversas e tratamentos para corpo, voltados para desintoxicaçção, esfoliação e modelagem. Além disso, os visitantes também podem fazer hidroginástica, yoga, caminhadas, trilhas e visitas a fazendas históricas da região.
Santa Clara Eco Resort

São 93 charmosos chalés e apartamentos, com vistas à grande área de mata nativa preservada. A área de lazer dispõe de seis piscinas (duas cobertas e aquecida, uma climatizada, uma climatizada com praia artificial e rio, uma climatizada com toboágua e outra com água mineral corrente), lago com tirolesa, sauna seca e úmida, fitness center, duas quadras de tênis, mini golf, vôlei e spirobol, campo de futebol, Pub, salas de carteado, lareira, leitura, televisão.
O Ecoresort é considerado o 8º Melhor Hotel do Brasil pelo Travellers’ Choice de 2016, e o 25º Hotel da América do Sul. Em votação aberta, feita por viajantes que já se hospedaram no Santa Clara, o resort foi premiado pelo Trip Advisor como 3º entre melhores hotéis para famílias no Brasil e o 5º melhor na América do Sul. 
Confira a lista de atividades inclusas no desconto pelo site www.santaclaraecoresort.com.br.
Santa Clara Eco Resort
Serviços:
Rodovia SP-215, KM 197 - Bairro Prata, Dourado – SP
(16) 3345-3855 ou (16) 9 8174-7159 


Decoração aniversário infantil

Diversão garantida !!!

Esse ano a pedido do próprio Gui não teriamos festa de aniversário pois ele não queria, o pedido foi um bolo só para nós três (eu, pai e ele), então iriamos levar ele para comer fora e passear, afinal em branco não iriamos deixar passar, mas quando estava próximo do aniversário ele falou que queria um bolo além de nós, os avós, tios, padrinhos e primas em casa mesmo, e concordamos afinal o dia é dele e o pedido não era nenhum absurdo, pensando nesse momento dele perguntamos se ele gostaria de convidar dois amigos, e convidamos mais dois primos (afinal festa de criança tem que ter criança).


Cadeirinha é obrigatória para o transporte de criançasImagem: Divulgação/Tutti Baby

Multa para quem transportar criança fora da cadeirinha vai ficar mais cara. 

Há mais de cinco anos o Brasil deu um importante passo para a prevenção de riscos às crianças no trânsito. Desde que a lei da cadeirinha entrou em vigor no país, a maioria dos pais passou a se preocupar com o uso de dispositivos de retenção. No entanto, segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, muitos motoristas ainda são imprudentes nesta questão. Só em 2015, nas rodovias federais houve a autuação de 740 motoristas que transportavam crianças sem o dispositivo.

A partir de novembro deste ano, a lei fica ainda mais rigorosa e a multa, que era de R$ 191,54 passará para R$ 293,47. Além disso, a fiscalização também será mais rígida. E os motoristas devem estar atentos: não é só a falta do equipamento que causa a infração, mas também o uso inadequado da cadeirinha.

Amanda Teixeira, da área de desenvolvimento da Tutti Baby, empresa especializada nestes itens, explica o que se deve levar em consideração no momento da aquisição e instalação do produto. “Existem diversos modelos no mercado e por isso muitos consumidores acabam errando na escolha. A primeira dica é verificar se a peça é certificada pelo INOR, o órgão creditado pelo Inmetro que atesta a qualidade do produto. Depois, a embalagem e o manual de instruções trazem as informações sobre para qual grupo de massa o produto é indicado e como deve ser ajustado no automóvel”, diz.

Para Amanda, um dos principais erros dos pais é não verificar o modo de instalação. “O bebê conforto, por exemplo, é utilizado para crianças de até um ano e deve, obrigatoriamente, ser instalado de costas para o motorista. Alguns modelos de cadeirinha usam o cinto do carro para fixação das crianças. Se ele passar pelo pescoço, significa que o produto é inadequado”, alerta.

A profissional da Tutti Baby destaca ainda que existem cinco grupos, classificados pelo peso das crianças, para adequação dos modelos de cadeirinha. São eles:

  • Grupo de massa O: de 0 kg até 10 kg, altura aproximada de 0,72m, até 9 meses (usa o bebê-conforto)
  • Grupo de massa O+: de 0 kg até 13 kg, altura aproximada de 0,80m, até 1 ano (usa o bebê-conforto ou cadeirinha)
  • Grupo de massa I: de 9 kg até 18 kg, altura aproximada de 1m, até dois anos e oito meses (usa cadeirinha)
  • Grupo de massa II: de 15 kg a 25 kg, altura aproximada de 1,15m, até cinco anos (usa cadeirinha)
  • Grupo de massa III: de 22 kg a 36 kg, altura aproximada 1,30m, até 10 anos (usa cadeirinha ou acento de elevação).

Bebê conforto
Itens de retenção devem ser instalados corretamenteImagem: Divulgação/Tutti Baby
Sobre a Tutti Baby
Com sede em Massaranduba (SC), a Tutti Baby faz parte do Grupo Zanotti e é especialista em fabricação de produtos para bebês, que englobam os grupos Passeio (carrinhos e bolsas), Retenção (cadeirinhas para automóvel e bebê conforto), Casa (cercado, andador e grade para porta), Alimentação (cadeiras) e Puericultura Leve (banheiras, troninhos, assento redutor, saboneteiras e suporte para banheira). Está presente em todo o território brasileiro, com mais de 1,6 mil pontos de venda.


Quais os riscos de uma fibrilação atrial?

Quais são os riscos de uma fibrilação atrial?

A fibrilação atrial é uma condição cardíaca grave que ocorre quando há batimentos irregulares, gerados nas câmaras superiores do coração, os átrios, ocasionando um bombeamento irregular do sangue para o resto do corpo. Para entender as causas da arritmia cardíaca e também da fibrilação atrial é necessário buscar auxílio médico especializado, ou seja, de um cardiologista.
Devido aos batimentos acelerados e irregulares, a pessoa acometida pela fibrilação atrial enfrenta uma série de sintomas, como:
  • Palpitações;
  • Falta de ar;
  • Fadiga persistente;
  • Vertigem;
  • Dores na região do tórax;
  • Desmaios e outros.
fibrilação atrial

Em alguns casos, entretanto, a fibrilação atrial pode ser assintomática. O que ocorre nessas situações é que, devido à ausência de sintomas, as pessoas não procuram ajuda médica. No entanto, é importante realizar exames de rotina que podem apresentar alguma alteração, motivando a realização de exames mais específicos.
Ainda que assintomática, devido às causas da arritmia cardíaca, pessoas diagnosticadas com a disfunção podem apresentar o agravamento da condição clínica, caso não busquem pelos tratamentos adequados, por meio de um cardiologista. Conheça alguns riscos que o problema cardíaco pode gerar.
Quais os riscos da fibrilação atrial?
Os impulsos elétricos, originados no coração, fazem com que o sangue possa ser bombeado repetidas vezes para todo o corpo, normalmente com 55 a 100 batimentos por minuto. Entretanto, quando acometida pela fibrilação atrial, a pessoa tem esse bombeamento ocorrendo de forma irregular, não alcançando todas as partes do corpo e, em outras situações, podendo gerar pequenos coágulos. No caso de desprenderem das câmaras do coração, esses coágulos podem entrar na corrente sanguínea e acarretar em diversas complicações no quadro clínico do paciente, como:
  • Acidente vascular cerebral (AVC), com a obstrução de uma veia do cérebro;
  • Embolias sistêmicas;
  • Embolias pulmonares, quando há o entupimento de vasos que vão para os pulmões;
  • Tromboses em membros, mais frequente nos inferiores, visto que a circulação do sangue é prejudicada nessas partes do corpo.

A arritmia cardíaca também pode gerar outras situações frequentes para as pessoas acometidas pela condição, como:
  • Desmaios, no caso de batimentos muito acelerados ou muito lentos;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Fadiga crônica;
  • Outras complicações cardíacas.

Tanto as causas da arritmia cardíaca quanto da fibrilação atrial devem ser investigadas por um cardiologista que poderá indicar o melhor tratamento, evitando o agravamento da situação. Caso apresente qualquer um dos sintomas, principalmente em casos de histórico familiar, o paciente deve buscar auxílio médico, evitando os riscos que podem ser ocasionados pela fibrilação. 


Parque Ceret

Entramos na onda do jogo também !!!

Ao olhar a idade do Gui, muito devem pensar "Mas ele nem é da época do desenho por que se interessa pelo jogo?", realmente ele não é da época, mas antes do jogo ser lançado ele já assistia e conhecia, não era fã, mas curtia. E quando começou a vê sobre o jogo ficou vidrado, a notícia e acompanhamento do jogo ele faz pelo canal Coisas de Nerd, e ficou super ansioso para o lançamento aqui no Brasil.
Enfim que o jogo chegou e a felicidade dele também,e sabemos se queremos estar presente e ser amigos dos nossos filhos precisamos fazer parte do mundo dele, então a mãe aqui e o pai entraram de cabeça nessa nova onda #PokemonGo. E hoje esse post não é para falar sobre a minha opinião sobre os benefícios que o jogo trouxe.
Depois que instalamos o jogo, estamos passeando mais, estamos indo mais aos parques, e ficou muito mais fácil de tirar o Gui de casa, afinal para caçar não dá para ficar dentro de casa, além desse ponto senti que as pessoas estão interagindo muito mais umas com as outras, as pessoas muitas vezes que fui ao parque nem olhavam direito uma a outra (a não ser que fosse do mesmo ciclo), depois do jogo conversamos com muitas pessoas, demos dicas e recebemos também aonde tinha tal pokemon, ou que ele tinha esse ou aquele bichinho, que está no nível tal, e o mais legal que tem muita criança, adolescente nos lugares, e consequentemente os pais junto. Então temos pontos positivos para destacar, com o jogo precisamos nos movimentar para ir atrás dos bichos (e da-lhe caminhada, de fim de semana temos andado duas horas pois é o tempo que a bateria aguenta risos), para conseguir as pokebolas precisamos ir nos pontos e com isso conhecemos lugares na nossa cidade que até então ão sabiamos que tinha ou só viamos através da televisão, nos tornamos mais comunicativos pois de certa maneira "amizades" são feitas.
No Parque Ceret que foi o primeiro parque que fomos caçar, fora as ruas do bairro ou quando estávamos indo algum lugar, tinha tudo que era idade brincando, conversando e vou ser sincera nunca tinha visto o parque lotado daquela maneira igual aquele dia, vários momentos o Gui parou para conversar com as outras crianças, outras acompanhavam e torciam juntas enquanto ele estava tentando capturar o bicho.

Aqui nesse vídeo mostro um pouco do nosso passeio ao Ceret


Nosso segundo passeio para caçar Pokémon foi na Avenida Paulita, que aos domingos ela fica fechada para o pessoal andar de bicicleta, passear. E também estava lotada de família brincando. E para quem precisa se reabastecer de Pokebolas lá é um ótimo lugar, pois tem um praticamente em casa esquina.


Fomos também ao Parque do Ibirapuera, pois o Gui já tinha visto em alguns vídeos no Youtube que lá tinha Pokémons bons, chegamos ir lá duas vezes, na primeira só nós 3 e em um domingo que por sinal não estava o tempo muito bom, saimos de casa e no meio do caminha choveu (para o desespero do Gui pois assim não poderiamos descer no parqu), e olha mesmo com o tempo fechado o passeio foi bom, conseguiu alguns pokémons que precisava para poder evoluir. Na segunda vez que fomos que foi sábado passado e dessa vez levamos a sobrinha que queria caçar também, o que valeu foi o passeio, pois eles brincaram bastante pelo parque, nos brinquedos, ficamos vendo os patos pois Pokémon que era bom quase não tinha.
A única coisa de lá que não gostei muito, é que principalmente no domingo que estava mais lotado, teve muita correria, pessoal saia atrás dos bichos parecendo louco, e com criança pequena não gostei muito.


Desde o lançamento do jogo ouvi muito sobre os pontos negativos, que as pessoas estão ficando refém da tecnologia, que não largam o celular, das pessoas que estão jogando e ficam olhando para a tela o tempo todo e não prestam atenção no caminho e ocorrem acidentes, assaltos. Bom vamos lá, com o jogo ou sem o jogo, já temos muitas pessoas que não saem do celular ou não largam a tecnologia, quanto andar só olhando ao celular sinceramente não entendo porque as pessoas andam assim enquanto jogam, primeiro quando o bicho aparece o celular vibra, ou seja, te avisa e você pode parar para captura-lo, na questão dos pokstops (ponto aonde você captura mais bolas, poções, ovos para poder jogar) ele aparece no mapa sinalizando aonde tem no caminho, então basta ir olhando de vez enquanto para a tela ao invés de ficar de cabeça baixa olhando direto.

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokémon Go

Pokemon Go

Pokemon Go

Pokémon Go

E ai vocês também entraram na onda do #PokemonGo ? Tem algum lugar que foram, ou conhecem que está legal para caçar?


O que são miomas uterinos?

Os miomas uterinos são tumores benignos que afetam o útero de mulheres, normalmente, entre a faixa etária que vai dos 30 aos 40 anos de idade. Eles são mais frequentemente diagnosticados em mulheres na idade reprodutiva e que tenham tendência genética a desenvolver o problema.
São comuns os casos de miomas uterinos assintomáticos, entretanto, a condição tem uma alta taxa de ocorrência, atingindo cerca de 15% das mulheres em todo o mundo. Nos casos em que os sintomas podem ser identificados, é comum que eles se apresentem da seguinte forma:
Ciclos menstruais irregulares;
Alterações no fluxo menstrual (aumento do fluxo);
Fortes cólicas menstruais;
Dores durante o ato sexual;
Crescimento do volume do abdome;
Anemia (devido à perda excessiva de sangue).

Devido ao desconforto gerado nos casos em que os sintomas ocorrem, a procura por um médico ginecologista é fundamental para buscar o diagnóstico adequado e, posteriormente, o tratamento.

Como é o diagnóstico dos miomas uterinos?
A ocorrência de miomas uterinos está relacionada com a presença do hormônio estrógeno identificada no organismo feminino durante o período reprodutivo da mulher. Após a menopausa é comum que os miomas desapareçam progressivamente, mesmo sem intervenção médica.
Devido não ser caracterizado como um tumor maligno, muitos ginecologistas não pedem a retirada do mioma, entretanto, apenas após os exames adequados, como exame físico, ultrassonografia pélvica ou ressonância magnética, é que o especialista poderá indicar qual a conduta ideal para o caso.

Qual o tratamento dos miomas uterinos?
O tratamento indicado para o mioma uterino irá depender da causa e do local no qual ele se encontra. É comum que o problema esteja associado a outras doenças que causam a infertilidade feminina, como endometriose e doença inflamatória pélvica, sendo que esses casos representam 15% do total. 
Em 3 a 5% dos casos, os miomas uterinos estão diretamente relacionados com a infertilidade, sendo que nesses casos, a retirada do mioma por meio cirúrgico já permite que a mulher volte a ser fértil.
Nos casos de miomas uterinos submucosos, localizados na cavidade uterina, o tratamento inclui a histeroscopia cirúrgica para a retirada do mioma. Em diagnósticos que apontem para a ocorrência de miomas intramurais a embolização do mioma, por videolaparoscopia ou miomectomia é a conduta ideal.
A paciente deve sempre procurar por um médico ginecologista ao identificar os sintomas, mas também manter os exames de rotina em dia, viabilizando um diagnóstico precoce da condição.



Uma das principais preocupações e dúvidas nossas em relação aos filhos está relacionada à alimentação, se eles estão comendo suficientemente bem para crescer e se desenvolver de forma saudável, e assim afastando-se de algumas doenças.
Algumas crianças podem apresentar falta de apetite, recusando-se a comer durante as refeições, o que dificulta a ingestão de alguns alimentos importantes para o seu crescimento, o que exige de nós muita calma e paciência.

Para ajudar a melhor nossa situação, trago hoje sete dicas para ajudar a abrir o apetite das crianças:
  1. Respeite o horário das refeições – As crianças precisam se alimentar regularmente ao longo do dia e sempre nos mesmos horários para criar uma rotina, educando, assim, o organismo a sentir fome sempre na mesma hora. Importante: não beliscar entre as refeições.
  2. Não substitua as refeições – Se a criança não quiser comer na hora do almoço, por exemplo, não dê alimentos como doces ou chocolates no horário. Você pode oferecer o mesmo alimento, que deve ser adequadamente guardado na geladeira para quando ele estiver com fome, ou esperar a próxima refeição para oferecer o alimento apropriado.
  3. Quantidade de comida no prato – Quantidade nem sempre quer dizer qualidade. Uma refeição composta por alimentos saudáveis oferece os nutrientes necessários para a saúde dos pequenos. Haja com determinação para que a criança se alimente adequadamente, mas para isso você não precisa forçá-la a comer grandes quantidades ou brigar com ela.
  4. Envolva a criança no preparo das refeições – Crianças gostam de ajudar e se sentir úteis. Por isso, os pais podem pedir o auxílio dos pequenos, ensinando-os, por exemplo, a lavar alguns alimentos e também a preparar a mesa para a refeição.
  5. Inove na hora de preparar os alimentos – Para oferecer opções aos pequenos, prepare alimentos de formas diferentes, como cozidos, assados ou grelhados, proporcionando, assim, diferentes cores e texturas.
  6. Apresente os alimentos – Na hora de ir ao supermercado, hortifruti ou a feira, leve as crianças e faça desse um momento de aprendizado também. Apresente novos alimentos, como frutas, verduras e legumes, e peça ajuda na hora de colocá-los no carrinho. Se você tem espaço em casa para ter uma mini-horta, isso ajuda nesse processo, além de ensinar o cultivo para consumo de uma forma saudável. Aqui em casa vamos todos os sábados na feira e o Gui ajuda no processo de compra das frutas e legumes.
  7. Dê o exemplo – Nós pais são os primeiros e maiores exemplos para os nossos filhos. Por isso, é importante que esses hábitos alimentares saudáveis venham de casa, onde todos comam os mesmos alimentos e as refeições sejam um momento importante e prazeroso para toda a família.